sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Carros Mini “invadem” Serra



A Associação Clube MINI da Serra da Estrela (ACMSE) promove no dia 23 de Setembro, a partir das 9 horas, uma concentração no Largo da Capela da Senhora do Desterro, São Romão. O passeio inicia-se junto da Central da EDP da Senhora do Desterro, começando depois a subida de regularidade, com uma velocidade média determinada até à meta, em local ainda a definir. Após a realização deste trajecto, os participantes reúnem-se junto à Lagoa Comprida e posteriormente descem até um restaurante da cidade, em ritmo de passeio.


A ACMSE tem o intuito de organizar futuramente uma prova automobilística, designada como “Rampa MINI da Senhora do Desterro”, uma iniciativa que a associação considera como única no País.
O objectivo da ACMSE é o de juntar os proprietários e aficionados do carismático automóvel MINI, que se dedicam ao apoio na manutenção, conservação e restauro destes veículos, para além da promoção de encontros como este. Outro dos propósitos da ACMSE é dar a conhecer a região de onde é natural e que a associação considera como uma das mais bonitas do país: a Serra da Estrela.

Porta da estrela
************** ### ******************

Mini


Golpe de génio do engenheiro britânico Alec Issigonis, o Austin 850, universalmente conhecido pela sigla Mini, foi uma verdadeira revolução na concepção de um pequeno automóvel económico. Tudo foi repensado a partir do zero e o resultado foi um veículo inovador, simultaneamente homogéneo e versátil. Estava-se no ano de 1959. O Mini era verdadeiramente pequeno (3m de comprimento) e, no entanto, possuía uma enorme habitabilidade, dando até origem a várias anedotas e tentativas de recorde neste aspecto... Para isto contribuiu a forma da carroçaria em caixa e um motor dianteiro transversal com tracção à frente. A suspensão foi a primeira a incluir elementos em borracha.

Este conceito deu origem ao nascimento de uma nova geração de automóveis que o tomaram como modelo. A sua extraordinária maneabilidade e aderência tornaram-no um potencial desportivo. Com efeito, na sua versão Cooper S, com um motor de 1300 cm3, foi uma terrível máquina de competição e venceu vários rallyes, entre as quais o de Monte Carlo.

obvious

1 comentário:

Jay disse...

Gran artículo, usted importaría de si comparto esto @ manilablend.blogspot.com